Tosse Alérgica

Detalhes

Tosse Alérgica

Se for climático, não adianta você tomar remédio.

Fiz um xarope com mel,canela,limão,guaco foi otimo minha tosse passou.
Procure colocar anoite no quarto uma bacia com agua quente e feche bem tudo, se conseguir eucalipto seria legal, procure uma casa que venda ervas.
Ajuda e muito. Mel também é bom.

Minhas filhas tomam o Desalex, pois as duas são alérgicas, sempre percebo que no segundo dia já há uma melhora significativa


É importante lembrar que na prática, a medicina não é como a matemática - uma pessoa pode apresentar mais de uma causa simultaneamente.

Em qualquer idade, uma atenção especial deve ser dada às condições do dormitório, travesseiros e colchões já que os ácaros são causas de alergia respiratória e tosse, assim como o pólem da floração das árvores em certa época do ano. A presença de animais domésticos (gatos e cães) pode contribuir, em especial quando permanecem nos quartos ou dormem nas camas junto aos seus donos.

Dicas que podem ajudar:
- beber muita água, de preferência fora das refeições.
- iniciar uma medicação aliviadora orientada previamente por seu médico. Nos casos de asma, o uso de um broncodilatador, sob forma de aerossol ou nebulização pode aliviar a tosse e evitar uma crise. Na rinite, a lavagem nasal com solução salina e uso de antialérgico contribuem para a melhora.
- verificar se existe algum fator no ambiente da casa (pintura, odores ativos, focos de umidade, etc.) e comunicar ao médico.
- gripes e resfriados têm uma evolução própria, melhorando em geral no decorrer de 4 a 5 dias. A ingestão de líquidos, uma dieta equilibrada, repouso e uso de antitérmicos em geral são suficientes para a cura do processo.
- evite uso de vaporizadores e umidificadores no quarto pois aumentam a possibilidade de mofos, fungos e ácaros no ambiente.

Um conselho: não use remédios para gripe e tosse sem orientação do médico. Recentemente foi publicado no Globo on line um alerta do Comitê consultivo do FDA (Food and Drug Administration), órgão do governo americano que regulamenta o mercado de medicamentos nos EUA sobre os riscos destas medicações em especial nas crianças pequenas. Os princípios ativos presentes nos xaropes de tosse e nos descongestionantes podem provocar efeitos colaterais desconfortáveis, como: alteração do ritmo cardíaco (taquicardia), no sistema nervoso central, (sonolência, irritabilidade) e intoxicações. Pessoas idosas também têm maior sensibilidade. Por isso, só devem ser utilizados com a receita do médico. Leia mais em: http://g1.globo.com/Noticias/Ciencia


Para que serve a tosse?

A tosse é um verdadeiro jato de limpeza: elimina o excesso de secreções e corpos estranhos, como por exemplo, partículas de pó. Defende contra um sem número de agressões: micróbios, infecções, poluição, fumaça, etc.
A tosse pode ser transitória, ou seja, quando desaparece em pouco tempo, ou pode ser crônica, quando permanece por mais de 3 semanas. No primeiro caso, não há problema, mas quando persiste, é importante procurar um médico para avaliar a causa de sua permanência. Na realidade, qualquer tosse deve ser valorizada, pois é a tosse recente que originará a tosse crônica, caso não seja resolvida.

Tosse nem sempre é doença.

Tossir é normal. É um ato de defesa do organismo contra fatores agressores do aparelho respiratório, como por exemplo, quando estamos próximos a um carro “fumacento”. Mas, pode também ser um sintoma de inúmeras doenças, variando desde gripes e resfriados até casos graves pulmonares. Xaropes e expectorantes têm efeito paliativo, proporcionando apenas alívio passageiro. O mais importante é investigar e tratar a causa, para abolir a tosse.
http://blogdalergia.blogspot.com/2008/02/tosse.html


Xarope funciona?

Seja qual for o tipo de tosse, não é necessário medicar a criança, desde que seja leve ou moderada. Apesar da numerosa oferta de xaropes para tosse nas farmácias, poucos pais sabem que a eficácia desses remédios é questionada pelos especialistas. “Uma das razões são os fortes componentes químicos das fórmulas”, diz o pediatra Bousso. São indicados apenas se a tosse for muito incômoda, a ponto de irritar a garganta da criança. Mesmo assim, só devem ser usados quando receitados pelo pediatra. Em casos moderados, é provável que ele indique um composto natural, como os à base de mel, limão, agrião e própolis. Na maioria das vezes, a tosse passa em alguns dias e o organismo da criança se recompõe naturalmente.

Como aliviar a tosse

Então, os pais devem ficar de braços cruzados? Nada disso. Para as situações
em que a tosse não é grave, existem maneiras de amenizar o desconforto. Aquela dica antiga de hidratar a criança resfriada continua imbatível. Ofereça água, sucos e sopas. A medida é importante para umedecer —isso mesmo! — o muco. Assim, fica mais fácil eliminá-lo do organismo e, por conseqüência, a tosse vai embora mais depressa. A nebulização caseira com inalador e o vapor do banho, que também fazem chegar líquido aos pulmões, agem da mesma forma.

Além disso, o quarto da criança deve ser mantido limpo e bastante arejado, livre de fumaça de cigarros, incensos ou odores fortes.Vale lembrar que o fumo passivo é grande causador da tosse crônica em crianças. Estudos mostram que bebês de pais fumantes, por exemplo, têm mais chances de desenvolver bronquite. Se não for possível largar o cigarro, o fumante deve tentar, ao menos, fumar fora de casa e só entrar no mesmo ambiente que a criança 30 minutos depois de apagar o cigarro. É o tempo que o pulmão precisa para exalar toda a fumaça.

Mas, se nada disso adiantar e o sintoma prolongar-se por mais de dez dias, é preciso consultar o pediatra. Ele é quem vai saber, no caso do seu filho, o que é bom pra tosse.
http://revistacrescer.globo.com/Revista/Crescer/0,,EMI1607-15327-2,00-TOSSE+CHATA.html

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

   
Copyright © 2014 Refletindo.... Todos os direitos reservados.
Joomla! é um software livre com licença GNU/GPL v2.0